Arakuine

About

Username
Arakuine
Joined
Visits
244
Last Active
Roles
Member
Points
187
Badges
0
  • Street Fighter V: Discussão geral

    Aqueles olhões à Maisie Williams.
  • Olá, sou o Rui e descobri este site no Lisbon Games Week

    Bem vindo!
  • Filmes

    Ugh, o livro é horrivelmente deprimente também.
    Tenho o Child of God há que tempos na amazon wishlist. Leio muita gente a adorar o Cormac e a escrita difícil dele. O que achaste tu?

    Por acaso li o Child Of God, em português (a traduação é boa, o tradutor do cormac é muito bom, sempre o mesmo). Posso dizer-te que é completamente dele, é um livro ao seu estilo. Ou seja, cru e forte. O cormac quando quer consegue ser muito cru. É violento, desconfortável, mas está bem escrito, já com o estilo característico dele todo presente. Ele escreve bem personagens de que um gajo não goste, e trata bem aqueles temas americanos do interior mais gritty, não sei me faço entender. Para te resumir, eu gostei bastante do livro. Não é muito grande, pelo que não tem ar nem pretensões de tentar ser obra-prima, é só uma história bem diferente do normal. Recomendo-to, mas não é um livro que te faça gostar do que por lá dentro se passa.
  • Tradução Demon's Blood em tuga

    títulos com sangue, ou demónio, criam, em português - mais do que em inglês, onde há muita ficção do tipo fantástico com palavras dessas - a ideia de satanismo, ou de obra com contornos mais negros e violentos, e podem afastar leitores mais mainstream.

    Eu sugeriria que, em português, pensasses num título que não tenha esse tipo de palavras mas que ainda tenha a ver com o livro (naturalmente). Um título que se foque num ângulo diferente quanto à história que escreveste.

    "Sangue inumano" é terrível. Nisto não ouças o Digos (sorry digos).

    Infelizmente não posso ajudar-te mais porque não conheço a história. Tenta explorar essa ideia da linhagem. Vai ruminando sobre isso.
  • Marvel vs Capcom Infinite



    Claro que esse interior conta, mas não deixa de ser um 3 fdx, há que ter standards.
    Spoken like a true sóbrio.