Prendinhas para o Daigo

Ok, não sei se sabem, mas o Daigo vem ao Lockdown este ano.
Como supostamente gostamos de receber bem gente de fora que vem cá a casa, penso que seria um gesto bonito oferecermos ao Daigo uma lembrança ou duas.
Estava a pensar em oferecer-lhe um cd e um livro de autores portugueses. Quanto ao cd, poderia ser algo dos Dead Combo - o Quando a Alma Não é Pequena, Vol. II (quanto a mim, o melhor álbum deles) - mas também poderia ser o Por Este Rio Acima, do Fausto, ou um do José Mário Branco, que têm malhas porreiraças ainda que ele não tope o que se canta.

Quanto ao livro, considerei ser uma boa ideia oferecer-lhe um do Fernando Pessoa (visto sermos uma nação de scrubs e poetas) em japonês. Existem uns quantos, após pesquisa, no Instituto Camões mas são um pouco caros. Ainda não sei quanto, mas os valores poderão oscilar entre os 30 e os 60 euros.

O cd já me ofereci para o pagar do meu bolso. Quanto ao livro, gostava de saber se alguém no fórum gostaria de ajudar a comprá-lo. Dependendo do número de pessoas que entrar na cena, tanto podíamos fazer uma vaquinha a dividir por todos ou cada um daria o que pudesse.

Se alguém tiver ideias que considerem melhores ou, pelo menos, pertinentes, também podem deixá-las aqui.
«1

Comments

  • edited August 2016
    Conta comigo para ajudar com o livro! Quero deixar como sugestão músical adicional o grande colosso português António Variações.

    Outra ideia eram os clássicos pastéis de Belém. Mas, suponho que comprar no dia está fora de questão por ser uma volta do caraças, e comer os pastéis do dia anterior não é a mesma coisa. Em alternativa, tenho uma pastelaria muito boa mesmo ao lado de casa, e não me importo de passar por lá antes de ir para o LD.
  • Acho boa ideia, só nao ajudo pq já vou gastar alguem gito a ir à Lockdown mas sou capaz de arranjar uma garrafa de vinho do Porto da aldeia para ele saber o que temos de bom por cá.
  • Havendo muitos artistas bons para lhe oferecer música, acho que Dead Combo é o ideal visto que ele não vai perceber nada e não das letras, por isso mais vale dar-lhe Dead Combo que é música com o toque tuga e não tem que se preocupar com letras.
    O livro não andem a gastar muito nisso, conta mais a intenção aqui.
    Era fixe dar-lhe uma garrafinha de Porto ou assim, nem sei se ele bebe mas pronto, fica o gesto.
  • >Não sei se ele bebe.

    Oooooh meu amigo, você nem sabe a melhor!



    Seja como for, tenho de me desmarcar da prenda. os gastos já vao ser mtos para mim, sorry :(
    Mas apoio o CD dos Dead Combo e o Vinho do Porto. O livro já me parece um gasto desnecessário.
  • O Vinho do Porto faz todo o sentido, mas é preciso ver que ele vai de avião. Levar uma garrafa só vai trazer-lhe trabalho adicional. Ele até pode apreciar, mas pode ser chato... Por outro lado, miniaturas de garrafas transmitem também todo o gesto simbólico e são mais facilmente transportáveis.

    Vou dar uma vista de olhos nas opções. De qualquer das formas, boa cena Arakuine.
  • o meu tio leva sempre umas 2 garrafas de tinto de volta pró brasil. A menos que fales em peso da bagagem, nao seria problema.
  • Alright then! Eu só estou habituado a low-costs portanto : P

  • I'm in também.
    Por acaso se alguém passasse por Belém, uns pastéis era A cena imo. Mas ir lá de propósito... Nah. Mais vale ir a um café comprar umas natas.
  • Estou in, Arakunis! Good stuff.

    Tanto fã de Fernando Mendes e ainda ninguém se lembrou de lhe dar uma chouriça, umas couves e a bandeirinha do concelho?

    No entanto, caso isso não seja uma opção, é impossível falhar com um cachecol de Portugal. Vai sempre bem com tudo.
  • TwinBlade said:

    é impossível falhar com um cachecol de Portugal. Vai sempre bem com tudo.

    never forget cara de bufa
  • edited August 2016
    Ainda bem que foi o Arak quem teve a ideia,e não os memelords (e recém-corrompidos) que o engendraram.
  • Uma fotografia do Eder para o motivar a ganhar mais torneios
  • edited August 2016
    Fácil
    Eder.png 636.2K
  • edited August 2016
    Sabem a quem é que o pessoal dá prendas também quando o vê? (especialmente comida)




    (Não pude resistir)


    PS: Não consigo fazer spoilers aqui...
  • @danteMdie ele vai apreciar vinho do porto no lockdown :grin:
  • Ninguém me atende do Instituto Camões; sou menino para passar por lá amanhã.

    Para tentar manter o fio nos carris, quem é que estaria disposto a ajudar-me a custear o livro?
  • Dethornz said:

    @danteMdie ele vai apreciar vinho do porto no lockdown :grin:

    Se o Fred for ao Lockdown é garantido!" Gregory" Daigo beasting.


  • Arakuine said:

    Ninguém me atende do Instituto Camões; sou menino para passar por lá amanhã.

    Para tentar manter o fio nos carris, quem é que estaria disposto a ajudar-me a custear o livro?

    Eu! Eu! Eu!
    Mas tem de ser na mão no dia do evento se não houver problema, estou num sitio com poucos acessos temporáriamente.
  • Ok, então só para deixar as coisas neste tópico encaminhadas:

    Infelizmente, uma gripe lixada atirou-me para a cama na semana passada e não deu para passar pelo instituto camões para adquirir um livrinho para o Daigo.

    No entanto, comprei-lhe um trio de cds: um humble bundle de Madredeus por dez euros, e outro de Carlos Paredes por sete. Madredeus e Carlos Paredes são fixolas e os estrangeiros costumam curtir. Dead Combo não havia, azareco.

    Quanto às prendas, deixo ao vosso critério quererem entrar ou não. O Twin e o Alvin já se ofereceram para ajudar nos custos. Como até nem foi muito, se formos uns dez a quantia a dar fica irrisória, mas de todo o modo é só para avisar. Pedia apenas uma coisa: estava a pensar em pôr a malta do ptf a assinar os cds para o Daigo. Alguém poderia levar para o lockdown uma caneta apropriada para assinarmos todos? As assinaturas, já agora, não estão dependentes de entrarem com o dinheiro, claro.
  • Esqueci-me de vir cá dizer antes mas considera-me incluído nisto ;)
  • Eu ajudo a pagar isso.
  • Eu posso levar caneta, tenho uma de acetato de bico fino k serve perfeitamente p/ estas cenas.

    Also, tb entro na prenda na boa.
  • Eu também entro. Alguém arranjou o vinho do Porto ou é preciso eu levar?
  • edited September 2016
    Vinho do porto podes levar Dante.

    Skryba, obrigado pela caneta e por entrares! Somos já seis =)
  • I'm in também!
  • Bota shake! I'm in.
  • eu ajudo também @Arakuine
  • @Arakuine foi-me confirmado agora pela agente dele que ele queria mesmo ir passear e conhecer a Tugalândia.
    Falou-me em ir passear à volta do hotel mas somehow acho que não é bem isso que ele quer lol.
    Sempre podes fazer aquele programa que tinhas falado no Domingo depois de acabar o evento?
  • Já tinha dito antes, mas podes contar comigo também para a colectânia musical. Quanto à caneta, estás a falar de uma caneta de feltro para assinar directamente na case, ou de algo mais fancy para assinar num cartão ou assim?
This discussion has been closed.