PTF Top 5 v2016

edited December 2016 in Conversa geral
Não, não é um tópico a perguntar quem é o melhor em Marvel/SF4 (carinha). Algo extremamente casual.

Trago-vos um tópico que queria criar já há algum tempo. Tops 5 são sempre interessantes. Ajudam a conhecer melhor os outros e surgem sempre boas ideias para ler/ver/jogar algo novo que nem sabíamos que existia. A ideia é mudar de tema todas as semanas ou quinzenalmente.

Mantemos as regras a um mínimo e cada um participa como lhe apetecer. Podem fazer top 10 em vez de 5 consoante o tema se assim bem entenderem. Podem mencionar 5 itens sem ordem de preferência; Justificar as escolhas ou simplesmente enumerar também é convosco. Podem dar sugestões de temas mas, para começar rápido, avanço já com primeiro.

Top jogos mais marcantes.
Não são necessariamente os vossos jogos favoritos e muito menos os que consideram os melhores jogos de sempre. (exemplo: Final Fantasy 9, no meu caso, entrava facilmente nessas duas listas, mas não nesta). Também vou deixar o SF4 de lado, que claramente entrava nesta lista e não ia trazer nada de novo à conversa. Aviso que vou pecar pela originalidade.

5 - Toonstruck - A única entrada “hipster” do meu top. Um point-and-click que possivelmente mais ninguém do fórum, excepto o Alvin, jogou. Um jogo brilhante dos anos 90, com um humor surpreendentemente actual e um cast de actores (Christopher Lloyd, Dan Castellaneta, Tim Curry, Ben Stein) que foi o que o tornou memorável e ao mesmo tempo lhe cortou as pernas - o budget foi todo gasto no cast e sobrou 0 para a publicidade; foi considerado um fracasso de vendas. Está nesta lista por ser a primeira experiência multiplayer que tive, apesar de ser um jogo point-and-click. Ainda hoje, de tempos a tempos, me junto com os meus dois amigos que me ajudaram a desvendar os puzzles e passar o jogo, para bebermos umas cervejas e fazermos um playthrough nostálgico.

4 - Metal Gear Solid 2 - O jogo onde fiz o meu maior feito nos videojogos: Acabei-o em European Extreme, quando tinha 13-14 anos. Acho-o extremamente underrated, principalmente em termos de plot e, como jogo, é o melhor da saga (falta-me jogar o 5) Foi também o primeiro MGS que joguei. Comprei-o simplesmente por ter a capa mais cool de sempre, título que ainda mantém até hoje.

3 - Kingdom Hearts - Para quem conhece as lendas das reviews nerds na PSM2, não é de admirar. Fora a junção de dois mundos que ainda hoje me dizem muito, apanhei o lançamento do KH numa idade em que os valores que o jogo passa eram bastante apropriados. Não me vejo a gostar tanto do jogo se o tivesse jogado uns 5-6 anos depois. É daquelas experiências que me dou muito por contente por ter conseguido aproveitar na altura certa. O facto de com 25 anos ainda estar completamente hyped por um jogo com o Donald e o Pateta por si só justifica a presença deste jogo na lista.

2 - Final Fantasy 7 - A escolha mais óbvia? Check. Cliché de ter sido o meu primeiro FF, logo passa a favorito? Check. Mas é de longe o jogo onde já gastei mais tempo durante toda a minha vida. Fazer playthrough disto nas férias de Natal continua a ser um ritual tão certo quanto ver o sozinho em casa. Já perdi a conta às vezes que o acabei, assim como às decepções que apanhei quando assisti sempre a E3 em directo à espera do anuncio do remake. Não há muito mais coisas hoje em dia que causem efeitos semelhantes a abrir genuinamente o browser no dia seguinte para me verificar que o anuncio do remake não tinha sido um sonho. Se me vou decepcionar com o resultado final? Sem duvida. Mas só os feels de finalmente ver o anuncio em directo foram completamente worth it. “Let us embrace, whatever it brings.”

1 - Sonic the Hedgehog - Motivo menos original de sempre: foi o primeiro jogo que joguei. Cliché, mas não arranjei maneira de dar volta à questão. A minha infância foi marcada pelo ouriço e a recordação mais antiga que tenho é do meu irmão a desembrulhar a Mega Drive no Natal.
«134

Comments

  • Lá se foram os tempos de tópicos polémicos ... cry everytime. Piadas de lado, boa ideia Afonso e tenho de pensar bem nisso antes de responder.
  • Tou naquela do tipo... pelo menos 2/3 jogos do meu top 10 fav of all time marcaram me imenso xD *pensando*
  • edited October 2015
    Tenho cá em casa o CD do Toonstruck. Nem sabia se era bom, nunca tinha visto ninguém a falar dele até agora!

    O meu top 5

    EDIT: Tinha-me esquecido do LoZ Ocarina of Time! Fico com um top 6, I guess.

    Persona 3 - Por ter sido completamente impulse buy (um amigo meu reparou na capa e eu tinha visto um screenshot que parecia engraçado na net) mas que se foi lentamente tornando o meu jogo preferido. Ter entrado sem expectativas nenhumas e numa altura em que tinha tempo livre suficiente para poder desfrutar do jogo mas não tanto tempo livre que me permitisse passá-lo à pressa criou o melhor ambiente para me divertir com ele. Não costumo fazer replay a videojogos, especialmente compridos, mas passei este várias vezes em New Game +.
    Não quero deixar parecer que só gostei tanto só porque não tinha expectativas, adorei cada segundo do Persona 4 mesmo tendo as expectativas muito altas.

    Resident Evil 4 - Marcou-me pela pura qualidade do jogo. Ambiente, pacing, banda sonora, level design perfeitos. Boss battles inesquecíveis, imenso extra content (god bless Mercenaries Mode). Mikami génio, estive colado ao ecrã do início ao fim.

    Uncharted 2 - Joguei tantas horas do beta do multiplayer antes do jogo sair, e ainda fiz mais playthroughs do singleplayer do que de qualquer outro jogo (até joguei uma vez com a dobragem em português lol). Eventualmente fizeram mudanças ao multiplayer que me fizeram perder o interesse, mas continua a ser dos meus jogos preferidos. Pena o Uncharted 3 ter sido meh, com um multiplayer super-aborrecido.

    Silent Hill 2 - Não está no meu top 10 de jogos preferidos - clunky gameplay - mas foi sem dúvida dos jogos que mais me marcaram graças à história e ao ambiente deprimente e inquietante muito bem conseguidos. Daqueles jogos que ficam com uma pessoa, mesmo anos depois de o acabar.

    Metal Gear Solid 3 - And I'm stiiiiiiiill in a dreeeeeeeam, snake eateeeeeeer

    Menções honrosas: Pokémon Gold (a minha infância), Super Mario Galaxy (não me lembro de nenhuma estrela que não tenha sido divertida de apanhar) e Mass Effect 2 (ou a série em geral). E já agora um shoutout ao Walking Dead S1 da Telltale.
  • Bem, o meu top 5 é capaz de sair fora dos moldes gerais a nível de gostos no PTF, mas lá vamos:

    5º lugar - Virtua Fighter 2. O meu primeiro jogo de luta de sempre. O meu primeiro jogo para a minha primeira consola, a minha maravilhosa Saturn que saiu da família para dar as boas vindas à PS One. Never forget.

    4º lugar - Panzer Dragoon Zwei. Novamente um jogo da Saturn. Um jogo que, para quem não conhece, consegue-se passar em 45 minutos... Mas são 45 minutos tão memoráveis que ainda hoje têm um lugarzinho no meu coração. Ainda sinto aquele arrepio na espinha quando ouço a OST brilhante.

    3º lugar - Final Fantasy X. O jogo que verdadeiramente me introduziu ao mundo dos RPGs. Foi a minha prenda do meu 13º aniversário e, na altura, creio que o joguei umas 30 vezes antes de me virar para os Final Fantasies da PS1, mas nenhum teve tanta mística como este.

    2º lugar - Destiny. Por que raio está aqui o Destiny? Porque o meu weekly schedule está indexado aos resets semanais deste jogo. O próximo passo é faltar ao trabalho e deixar de dormir para conseguir fazer tudo... Tenho mais de 20 dias de jogo (tempo útil, sem contar com tempo inactivo...) desde Janeiro deste ano. É surreal.

    1º lugar - Football Manager. Para quem não sabe é um jogo de simulação de treinadores de futebol e todos os anos há uma nova versão. Comecei no 2005 e parei no 2014, chegou. Devo dizer que em cada uma das versões deixei pelo menos 10 dias de jogo... No 2007 cheguei a ter 14 dias de jogo... Numa das saves... Tinha umas 6 ou 7 ao todo? Não faço ideia. Diria que seguramente 2 meses, 24/7 deveriam ter sido utilizados na vida para jogar esta série. Pelo meio parti ratos de PC, danifiquei discos rígidos, parti um ecrã de um portátil, mas a glória... A glória de levar o Porto a conseguir comprar o Wayne Rooney, David Silva e Messi, a glória de ter o Leixões com 400 milhões de euros para gastar em transferências e um estádio para 60 mil pessoas, a glória do Freddy Adu ser um jogador de classe mundial... Muitas memórias de um jogo que fica para a minha história de gaming.
  • Nao tenho uma lista assim, haha. Nem saberia por onde começar.
  • edited October 2015
    Mas porque é que só fazes perguntas difíceis Afonso?

    Não consigo fazer uma lista dessas definitiva, simplesmente não dá. Tenho tantas coisas na cabeça que não consigo sequer fazer um Top10 desordenado, quanto mais ordenado. E tenho a certeza que me ia esquecer de alguns.

    Assim a pensar em 20 segundos, lembro-me destes:
    - Sonic 3 & Knuckles -> Um dos meus jogos favoritos de sempre, que para mim, tem dos melhores level designs que já vi num jogo de plataformas, uma OST excelente a acompanhar que nem parecia vindo duma Mega Drive, mecânicas limpas, etc. The fanboyism is real!
    - Streets of Rage -> Toda a saga, mas especialmente o 1 por ter sido o primeiro. Sempre fui fã de beat'em ups e sinto imensa pena por este IP ter sido abandonado pela Sega. Tinha bons momentos que, para a altura, eram algo de extraordinário: as Blazes gémeas, o nível do elevador, a batalha final em que podias jogar VS o segundo jogador caso um escolhesse Yes e o outro No. OST também bastante memorável.
    - Final Fantasy 9 -> O primeiro Final Fantasy que alguma vez acabei, ainda por cima partilho momentos por ter acabado em coop com um amigo meu. Para quem não sabe dá para jogar com 2 players, um controla 2 personagens e o outro outras 2 personagens, em comandos diferentes. Estar underleved quando passámos o boss final ajudou a toda uma experiência em que sentimos que batíamos em Deuses.
    - Chrono Cross -> Não tenho muitas palavras para descrever este jogo, porque nenhuma o consegue descrever como quero. Ainda me lembro do primeiro arrepio que tive quando entrei pela primeira vez no mapa do Another World e começa a tocar a música. Quem diria que era um título low budget. Admira-me muito que haja pouca gente a jogar isto, porque o jogo vale muito a pena.
    - Pokemon Gen 1 e 2 -> O clássico. Quem é que não tem estes na sua lista? Pelo menos a Gen 1 toda agente deveria ter. Also tão simples e eficaz, com uma fórmula que ainda hoje resulta. Só tive pena de nunca ter tido um gameboy para poder trocar com os meus amigos porque jogava num emulador.
    - Toonstruck (SIM AFONSO ESTOU CONTIGO NESTE) -> Não acrescento muito mais ao que o Afonso já disse. Se calhar um dia faço outra playthrough para tentar perceber as piadas que não percebia quando era miúdo. Numa época em que não haviam walkthroughs, até o meu tio jogava isto comigo para tentar desvendar os puzzles. Ai aquela biblioteca com os livros azuis e vermelhos. ;_;
    - MGS1 -> O primeiro MGS que joguei. Estive mesmo quase a soltar umas lágrimas quando fiz o final em que
    Spoiler:
    a Meryl morre (lol spoilers)
    . Nunca tinha visto uma história tão desenvolvida e cativante. Já para não falar que o jogo está CHEIO de momentos memoráveis que são difíceis de esquecer.
    - Counter-Strike (sim, isto foi um vício de todo o tamanho nos meus tempos de adolscente) e Half-Life -> A experiência que tive destes jogos deve-se também ao facto de eu jogar muito CS em Cybercafés com amigos. Tive sorte de nao ter apanhado de nenhum gunão que pudesse estar a matar. Half-Life foi algo que marcou, não só por usar o mesmo engine, mas por ser um dos FPS mais marcantes da altura. O simples facto da personagem principal não dizer uma única palavra, aliado aos ambientes únicos de cada parte do jogo, fizeram com que tão cedo não me esquecesse disto. Ah, e brincar com a consola e os cheats também era engraçado.
    - Fightan games, especialmente KOF2002, SFA3, Tekken 3 e MvC1 -> Nada de muito relevante aqui. Já todos sabemos como a história começa, apenas tem um ponto de partida diferente em cada um e nós. Comigo, estes foram os principais os ue tive mais gosto em jogar single-player, antes sequer de sonhar que havia scenes competitivas disto. Tenho um amigo com quem passei VÁRIAS horas a jogar estas coisas, e essa rivalidade fez com que ainda hoje goste de jogar estas pequenas pérolas.
    - Unreal Tournament (1 e 2003) -> Damn, que vício que era isto. Tema futurista num FPS brutal? I'm in! Até no meu PC sem placa gráfica 3D jogava isto, a 10 FPS mas ainda assim adorava. Aquela música do main menu do UT2003, ainda hoje me arrepia quando a ouço nuns bons fones.
    - Mega Man X -> Um dos melhores jogos de plataformas que já joguei. Simplesmente épico, OST brutalíssima, gameplay action-packed as fuck (para a altura), level design genial, e difícil pra xuxu nas últimas partes. Aconselho a verem o Sequelitis do Egoraptor sobre este jogo, basicamente a opinião dele é a mesma que a minha, mas ele explica isto duma forma muito mais eficaz.
    - Legend of Mana -> Já quase não me estava a lembrar deste, mas é simplesmente um dos RPGs mais artísticos que me lembro, e tal como Chrono Cross, acho estranho pouca gente ter jogado isto. Character design bastante original, com um sistema de combate à beat'em up. Que mais poderia eu querer? Uma OST estupenda? Isso também está lá. Notam-se muito bem os traços da personalidade de cada personagem, num jogo em que não há voice-acting. Um dos pontos que não pude explorar muito neste jogo era o facto de se poder jogar em Coop com um amigo, ou usar como CPU uma personagem que estivesse no Slot 2 do Mem Card.



    TL; DR


    FU Afonso, fizeste-me perder 15 minutos da minha vida a ser nostáltico e a querer jogar isto tudo novamente.



    EDIT: Lembrei-me agora do Tony Hawk's 2, lembrei-me agora do jade Cocoon, lembrei-me agora do Monster Rancher, lembrei-me agora do DBZ Legends, lembrei-me agora do DMC1 e 3, série WWF Smackdown... Vou parar, senão a lista não pára.
  • edited October 2015
    Bem aqui vai:

    5º lugar - Ridge Racer Type 4 O meu vizinho tinha isto, emprestou-me e disse-me esse jogo não vale nada, fiquei naquela "bem já agora experimento" veio a tornar-se das minhas séries favoritas e aquela OST é a melhor na PS1 (a par do FF9). Comprei passado uns meses para mim.

    4º Lugar - Crash Team Racing As tardes e tardes que perdi com o pessoal a jogar com o multitap (que comprei de propósito para este jogo) e ainda fui na cantiga que ao vencer os fantasmas do Oxide no Time Trial dava acesso á personagem, o meu primeiro heartbreak.

    3º lugar - Shenmue Não o tive na altura mas houve tanto hype á volta do jogo, que só pensava i need to play this, não chegou a acontecer, depois com a queda da Sega passei definitivamente para a Sony e só tive uma DC uns bons anos mais tarde. Foi das primeiras coisas que gravei para jogar, acabei o jogo em 2 semanas, e foi das coisas mais especiais que joguei, é tao immersive, andar por Dobuita á noite é sempre das coisas mais lindas de sempre. Escusado será dizer que faz parte do meu top 10.

    2º Lugar - We Love Katamari Delirei quando vi o primeiro nas revistas da PSM2, mas depois nunca saiu na Europa e tive de esperar 2 anos pela sequela, que foi must buy quando saiu, acabei em 1 dia e acabei a 100% há umas semanas, o King Of All Cosmos deve ser a personagem mais engraçada que já vi e com um EGO do tamanho do universo (pun intended), a OST é absolutamente fantástica, o único jogo capaz de igualar a magia do que tenho em primeiro que só poderia ser...

    1º Lugar NiGHTS Into Dreams... Sem dúvida o jogo que mais me marcou, 19 anos a ser o meu all time favourite, até encontrei uma edição de Natal no chão aqui na rua ao lado em mint condition há uns meses, só para verem como existe coisas do diabo xD Comprei a Wii de propósito para jogar a sequela e vendi tudo passado uns meses, heartbreak no 2. Tenho o jogo praticamente em tudo, PC (que já ofereci a umas 3 pessoas), PS3 e na Saturn umas 4 cópias (nunca se sabe né D: )

    Esqueci-me de referir que chorei imenso quando vi o trailer do NiGHTS HD em 2012, e pareço um miudo cada vez que vejo a personagem em outro jogo ou a ser referenciado.

    "If there is a game I would have loved to work on, it would be NiGHTS into Dreams..." - Shigeru Miyamoto
  • edited October 2015
    É complicado destacar 1 jogo para 1 lugar prq em geral o q gosto é da série por isso vou falar da série e falar de 1 ou + jogos q me marcaram dessa série:

    5º lugar Tekken series (de destacar o 4) Tem piada este jogo estar aqui, principalmente tendo em conta q hoje em dia n jogo quase nada e nem ligo de todo, mas tive a pensar e tenho de destacar este jogo, prq? Prq este foi o 1 FG q joguei em toda a minha vida (mentira prq joguei MK2 na Mega Drive, a cena é q era tão novo q a única coisa q me lembro é do dragão na capa e por algum motivo ser a coisa + assustadora de sempre) e o q me fez ficar hyped pelo género (embora só tenha ficado msm hooked com o sf4 e dai para a frente). Joguei T3 na ps1 e gostei do jogo, na altura só conseguia jogar o jogo em casa de amigos ou demos mas era brutal, eventualmente comprei 1 ps2 q trazia 2 jogos (GT3 e T4), como n era gajo de racing games rapidamente meti o GT3 de lado e mal lhe toquei (ao ponto de oferecer a 1 amigo nos anos) mas T4 era uma maravilha, sei q é dos Tekkens + despontantes de sempre tendo em conta q veio depois do 3, eu era novo e queria lá saber disso, tava a jogar Tekken e tinha 1 gameplay brutal, aquelas chars todas fixes q até hoje gosto, achava o Law o char + hype de sempre e era sempre hype quando chegava ao boss + assustador de sempre... HEIACHI EM CUECAS, OH MY GOD. Ainda joguei T4 varias vezes e fez me gostar de FGs e luta em geral, em vez de ir a procura de outros FGs lá me apanhei ao DB q era "parecido" e dai para a frente acompanhei animes do género e joguei DB FGs e por ai a fora até chegar ao sf4, alias quando comprei o sf4 foi numa fase q queria jogar 1 fg diferente, até quando comprei o meu pai disse: conheces? eu: sim, vi uma vez no Curto Circuito e é igual ao Tekken (Young Digos Plz), ou seja se n tivesse jogado T3 n tinha comprado T4 q me fez gostar de FGs q me levou ao DB, q me levou a anime q me levou ao sf4 e n estava aqui hoje, posso n jogar e ser 1 cu no jogo mas sempre terá 1 lugar especial (1 dia aprendo, tenho ali TTT2, é só querer).

    4º lugar Sly Cooper series (de destacar 2 e 3) Numa fase em q havia uma "war" na ps2 entre Ratchet e Jak, eu encontrei Sly, Sly era o irmão posto de lado desses jogos, era bom e fixe mas acabava sempre por ficar á parte do Ratchet ou do Jak (Sly n era shooter, temos pena). Comprei o Sly 2 por acaso, joguei 1 demo e pareceu me fixe, sabia lá eu q ia passar ali 1 bom momento e na altura ia ser o meu fav game of all time (eventualmente o tempo passou e cenas). Era dos poucos jogos q tinha vontade de jogar (esse e GTA na altura), os personagens eram fixes, o gameplay era fixe, a historia era fixe, era tudo bom, até hoje n consigo explicar exactamente o prq de me ter apaixonado pela serie na altura (that PT VA) mas lá q foi dos jogos q + joguei até hoje (Sly tem free roam, Gta também, era a minha cena na altura?). Lá saiu Sly 3 e acho q até lá nunca tinha me sentido tão hyped pelo release de 1 jogo, ainda me lembro bem do dia em q o comprei prq o meu tio e a minha avó ficaram presos fora do carro longe de casa e depois de os ir ajudar comprei o jogo, bem foi tão hype como o 2 e adorei tudo o q tava lá, eventualmente lá joguei o 1 e o 4, good series e recomendo para quem é fan de jogos do género.

    3º lugar GTA (de destacar o Vice city e o San Andreas) Prq é q isto esta aqui? Hoje em dia já n ligo muito a esse tipo de jogos (apesar de ter comprado todos q saíram desde em tão) mas n me importo de os jogar e 1 gajo lá passa 1 bom tempo. Em 2004 tinha ido a casa de 1 amigo e tinha Vice City no PC, disse q era do pai e q n o deixava jogar mas como o pai de le n estava em casa lá jogamos, era algo q nunca tinha visto antes, n foi a violência , a condução, o free roaming ou a story q me apanhou, foi tudo aquilo junto, fiquei mindblowned com o q estava a ver.
    1 dia fui com a família a 1 shopping e estava lá 1 loja de jogos com Vice City a 20€, pedi ao meu pai se me podia comprar q era o melhor jogo de sempre e ele como tava bem disposto comprou, chegamos a casa e joguei aquilo, o meu pai ficou admirado pela qualidade do jogo e o facto de se passar nos anos 80, o meu pai adora os anos 80 e aquela musica q dava no jogo era nostalgia sem limites, acabamos os 2 por jogar aquilo e ainda passei aquilo muitas vezes, hoje é raro jogar mas o meu pai ainda joga. Lá veio o SA, isto foi numa altura em q para mim a melhor cena do mundo era Star Wars, bem o Natal de 2004 tava a chegar e tinha dinheiro para comprar 1 jogo (prenda clássica) fui ao Jumbo e vi lá Star Wars battlefront 2 (YO HYPEST SHIT) e SA, tava + inclinado para o SW mas depois pensei naqueles bons momentos q tive no VC, principalmente com o meu pai e comprei SA, n me arrependi e foi dos jogos q + me marcou por tudo. N vale a pena dizer muito prq era 1 VC em esteróides e lá teve o seu impacto em mim e no meu pai, a piada é q nós os 2 preferíamos o VC + (apesar de ter consciência q o SA era melhor em todos os sentidos) , o meu pai era por n ser anos 80 e eu prq n deu aquele hype e memorias partilhadas q o VC teve, alias joguei tanto o VC q sabia quase tudo de core, mas SA lá marcou e ainda hoje acho q é dos melhores jogos de sempre, eventualmente lá comprei SW, foi bonito, SW fase passou, move on (hoje ainda gosto mas n é a loucura da altura, também quando somos novos é tudo + hype).
  • part2:

    2º lugar RE É complicado aqui dizer qual é q me marcou + prq como sabem existe RE classic e depois existe RE morango mas é tudo RE (n digam isso num hardcore site de RE q são logo banidos por razões de níbel), bem vou dizer RE2 e RE4. Joguei 1º RE4 e marcou me por varias razões, primeiro prq nunca tinha jogado 1 jogo assim, o gameplay era brutal, a atmosfera era algo q nunca tinha sentido noutro jogo e em geral os inimigos e historia eram top (para o q estava acostumado), ainda hoje o barulho dos Regenerators deixa me hyped, agora RE2. Como tinha jogado RE4 e tinha gostado fui investigar + sobre a série, depois de ver alguns filmes (PRQ!) e eventualmente passado 1 tempo e jogar RE5, consegui jogar RE2. RE2 era 1 jogo q nunca pensava conseguir jogar, isto foi pouco depois da altura do 1 gameplay dos best friends no seu canal ou seja o gameplay do RE2 q vi e pensei: OG n parece q seja muito para mim mas quero experimentar na mesma, já ia 1 pouco spoiled para o jogo (jogos com 10/15 anos, faz parte). Joguei aquilo 1 vez e adorei, alias gostei muito + do OG style q o novo, foi 1 experiência única e o q pensava q ia ser 1 prob (tank controls e isso) n foi, lá passei o jogo as 4 vezes necessárias para ter todos os caminhos e fiquei hooked, eventualmente lá joguei os outros RE todos (todos ou seja 1,2,3, CV, 4, 5 e 6). Apesar de ter memorias melhores dos outros jogos q estão na lista, este esta em 2 prq é 1 jogo q ainda hoje n me importo de jogar e qualquer novidade ainda me deixa hype.

    1º Lugar SF (de destacar o sf4) Afonso como queres q n ponha o sf4 aqui, n tava aqui a fazer esta lista se n fosse esse jogo, deve ser o jogo em q + horas investi e onde passei os melhores momentos da minha gaming life (e da minha vida em geral), deu me a conhecer outros capcom FGs e também outros FGs em geral (até a altura só conhecia Tekken e pouco + por alto) q hoje em dia é o meu género fav. Voltando a historia do Tekken, depois de comprar sf4 joguei aquilo e fazer 1 special (quer fosse 1 Hadoken, SRK, SPD) era a cena + hype de sempre, heck jump in sweep é q era realmente a cena + hype do mundo, então quando descobri jump in cr MK Hadoken com o Ryu.... UI!, também aquele hype de supers e ultras todos bonitos. Até a altura poucos jogos me tinham deixado tão hype como aquele, mostrei ao Ozzy na altura e ele pode confirmar q durante uns bons anos só falava naquele jogo (e acho q também o deixei hyped por FGs), lá fui online e até a altura nunca tinha jogado nada online sem ser Runescape (WY!) e pouco + online (no PC), bem pelo menos a coisa boa do Runescape foi ter sido ai q surgiu o nome Digos25, anyways aquela sensação de jogar contra outra pessoa 1 on 1 e ganhar era brutal, msm q n ganha se era brutal. Lá fiquei apanhado no género e a partir dai quis jogar outros FGs parecidos, dai para a frente joguei MK (FOR REALS THIS TIME) , MVSC (joguei o 2 primeiro), KOF e isso, mas nenhum era tão bom como sf4. Na altura do ssf4 já tinha jogado A3 e tinha gostado, ssf4 é q me dediquei 1 bocado +, por dedicar digo ir ao ranked ou endless sempre q chegava a casa, lá joguei outros sfs desde em então e acabei por gostar de todos o q me fez gostar da série em geral, n sabia qual é q tinha + níbel mas lá q eram fixes eram. No AE e principalmente no 2012 é q me envolvi + na cena, comecei a ver streams, ver sites e cenas maradas tipo frame data e assim, queria msm saber coisas sobre o jogo, eventualmente saiu SF x T... é melhor n ir para off topics. Lá entrei no PTF e ai é q foi o hype, bons momentos all around e n me arrependo de nada (sem ser de n ter entrado na comunidade + cedo). O jogo q + me marcou, me levou a este site brutal e em q + horas investi tinha de ser o nrº1 (e a série em si, q venha sfV).
  • edited October 2015
    Verti uma única lágrima máscula ao ver Toonstruck por aqui - tenho dito, vocês são os maiores.

    Não tanto por ordem de gosto, mas mais por ordem cronológica:

    1 - Full Throttle- A década de 90 foi a era dourada dos jogos de aventura e foi também na minha opinião a era onde a LucasArts mais brilhou. Eles faziam os melhores e mais polidos point & clicks, com bandas sonoras orquestrais e actores de voz de renome. O Full Throttle foi o meu favorito de todas as pérolas que eles fizeram. Tinha tudo o que faz um bom jogo: personagens memoráveis, uma história credível, um ambiente envolvente, visuais espectaculares. Algo tão perfeito que hoje em dia ainda é metal as shit sem ser foleiro. Clássico, sublime. Já agora, esta era a música introdutória do jogo:
    Spoiler:



    Não consigo deixar este cantinho dos point&clicks sem mencionar os outros grandes colossos da LucasArts: Day of the Tentacle, Sam&Max, Indiana Jones, The Dig e Secret of Monkey Island foram os que gostei mais, tão sumptuosos e polidos como seria de esperar. Shoutouts especiais também à Sierra. Se a LucasArts tinha production values, a Sierra tinha comédia com fartura. Eles tinham sagas enormes com bué sequelas, o que significa que tinham uma mão cheia de personagens que práticamente representavam a empresa inteira. King's Quest, Police Quest, Space Quest, Leisure Suit Larry... O que eu me ria com estes diálogos... E isto era sem perceber metade das piadas! Duplo shoutout a Space Quest. Se Full Throttle era o meu Point&Clicker favorito, Space Quest foi a minha saga favorita do mesmo género. Os últimos jogos da saga era narrados pelo melhor narrador que alguma vez já existiu, Gary Owens, que morreu no inicio deste ano. Descansa em paz Gary, que tu bem mereces. Obrigado pelas memórias


    2 - King of Fighters 98 - Quando era piqueno, o meu pai trouxe-me um cd com o NeoRageX instalado e uns quantos roms. Esse foi o primeiro contacto que o jovem SevenNights teve com jogos de arcada. Um desses roms era o kof98 (PS - foi assim também que conheci o Metal Slug). Foi o primeiro jogo de porrada que gostei a sério. Não o primeiro que joguei a sério, pois era uma criança, mas sem dúvida o meu primeiro favorito. A verdade é que, desde esses tempos, eu nunca o parei de o jogar, coisa que hoje em dia acho fenomenal. Tinha sempre vontade para jogar sozinho, ou amigos para jogar contra. Anos mais tarde apareceu o GGPO, e comecei a jogar contra outra pessoas também (leia-se: apanhar na boca como gente grande). Desde o momento em que escrevo isto, continuo a jogar o jogo e continua a ser dos meus grandes favoritos.

    3 - Metal Gear Solid - A saga Metal Gear sempre foi a minha favorita em videojogos, em grande parte por causa deste jogo para a PS1. O grau de detalhe e conteúdo que o MGS tinha deixava-me parvo. As personagens mais cool que alguma vez tinha visto, uma história tipo James Bond empolgante, um mundo enorme cheio de segredos para explorar, e ambiente e músicas super imersivos. Deve ter sido a pérola mais bem feita que alguma vez tive o prazer de jogar, até hoje não vi nada que o superasse. Uma obra prima.

    4 - Ace Combat 2 - Também um jogo muito cool, fortemente baseado no Top Gun. Era um simulador de caças não muito sério, isto é, o foco era mais no combate e em manobras aéreas, sem muita atenção a promenores mais técnicos de voo. Era o tipo de jogo que fazia o jogador sentir-se um ganda boss, e a mistura de céu aberto e velocidade davam uma sensação de liberdade enorme. Quase que conseguia sentir o vento na cara quando jogava isto! Tinha uma banda sonora espetacular, das minhas favoritas em videojogos, um dia destes ainda vou descobrir que foi o compositor.
    Spoiler:




    5 - Final Fantasy 7 - E aqui está ele, o slot reservado para FF7! Não, não é o melhor jogo de sempre, mas foi dos que mais impacto teve em mim, o primeiro rpg que joguei e também o meu FF favorito. Lembro-me de estar em permanente excitação à medida que avançava pela história (secalhar por causa dos polígonos da Tifa), não me lembro de haver um único momento enfadonho. Para um jogo que demora dúzias de horas a acabar, achei o pacing bastante bom. História boa para um FF, e as personagens eram bastante cool e memoráveis também ( 2 factores que se vieram a perder em iterações futuras, IMO). O jogo tinha uma quase-infinidade de cenas para fazer e explorar! Sentia que podia jogar aquilo para sempre e estar sempre a encontrar coisas novas, o que me deixava super hype (tenho muitas saudades dessa sensação). Era tão massivo, que era fácil cair nas petas que se ouviam na net, revistas ou amigos. "Mata 100000 destes bixos, e encontras a white materia para ressuscitar a Aeris!". Toda a gente que jogou enventualmente ouviu algo assim. E o pessoal fazia isso à mesma, porque sabia que o jogo tinha uma infinidade de segredos. Até hoje em dia se encontram cenas novas, especialmente na comunidade de speedrunners (shoutouts a vocês, meus lindos). Digam o que quiserem do FF7, mas eu só digo isto: The legend will never die.
  • V2V2
    edited October 2015
    Top jogos mais marcantes

    5 - Sonic The Hedgehog
    Apesar de não ter sido o primeiro jogo que joguei foi uns dos primeiros depois de muitas horas de super mario com o meu pai na Super Nintendo. Deixou-me estúpido com o upgrade visual e a música do jogo já para não falar do facto que podia correr rápido! :D

    4 - Metal Gear Solid
    Ainda bem que joguei este na altura que joguei e não hoje em dia porque tanto as cópias piratas como as cópias digitais tiram a magia do "check her frequency on the back of the CD case"... Meu deus o tempo que eu demorei na altura a perceber que era para ver literalmente a parte de trás da caixa do jogo e não um item no menu. Them 4th walls lol. O boss do Psycho Mantis outro exemplo do porquê de gostar tanto desse jogo. Depois temos um momento fantástico com a Sniper Wolf, Meryl e Otacon que no final sai-se com a frase que até hoje me ficou na cabeça: "Can love really bloom on the battlefield?". Godlike game and, as always, ahead of its time. Como voês sabem eu gosto mutio da saga inteira aqui mas deixo só aqui o primeiro Metal Gear Solid porque sendo o primeiro que joguei foi o que causou maior impacto e me fez fã incondicional da saga. Razões não me faltam para meter aqui os restantes mas era chato um top 5 só de Metal Gear~

    3 - Speed Freaks (PS1)
    Não sei porquê mas esse jogo ficou-me na memoria para sempre. Desde a intro com o Traveling Without Moving do Jamiroquai até às personagens rayman-ish do jogo com alguns char designs que não lembram ninguém. É um karting game como qualquer outro. Ainda assim esse ganhou o meu coração talvez por ser bom e não ser mais uma iteração do Mario Kart. E gosto muito da banda sonora admitindo que não é nada de especial lol. São gostos.

    2 - Jet Set Radio
    JET SET RADIOOOOOOOOOOOOOOO!!! É preciso explicar?! Banda sonora excelente. Gameplay original e fresco para a altura. Revolucionou o mundo sendo o pioneiro do cell shading e julgo que fez toda a diferença no estilo artístico do jogo. Mais um daqueles jogos que está mesmo way ahead of its time. Esse marcou mesmo a minha infância e foi um dos jogos que não me deixou arrependido de ter chorado baba e ranho aos meus pais para ter uma Dreamcast.



    The Legend of Zelda: Ocarina of Time
    Nós começamos em criança e acabamos em adulto. Começamos toda uma jornada numa aldeia minúscula e vulgar, e acabamos no castelo do Ganondorf com a Mater Sword em punho. Salvamos o mundo mas pelo caminho conhecemos imensas personagens, fazemos imesas side-quests, exploramos um mundo imenso e temos puzzles bem feitos para resolver. Honestamente eu acho que não consigo arranjar palavras para descever o que foi para mim na altura jogar Ocarina of Time pela primeira vez. Todo o jogo em si é uma história daquelas que se conta antes de ir dormir e a magia que proporciona e a satisfação que tive em completar o jogo há de me acompanhar para o resto da vida. Os meus filhos e netos vão passar mal comigo ahahah. Also, checkem a banda sonora disso que também acho que é de valor.

    Deixo também uma nota especial para o Okami e o Shenmue! :D
  • edited October 2015
    Vou tentar postar o meu ainda hoje. Mas é só para dizer que o V2 tem excellent taste. Speed Freaks? Oh yeah!
  • Bem estou mais numa de nostalagia so here's something.

    5- soulcalibur
    Acrditem ou nao isto foi o meu 1º fighting que joguei. as minhas origins opontam, o quanto me divertia a jogar aquilo mash all the buttons para fazer ring outs!

    4-Sonic the Hedgehog
    Sim mais um com sonic na lista. era apenas eu um miudo inocente com 5 anos quando vi uma sega mega drive pela a 1ª vez na minha vida com o "Sanic 1" e apartir desse dia tornei me num sonic addicted. Horas fiquei com o meu irmao e os meus primos ligados a tv a tentarmos passar o jogo.
    adorei os visuais, a soundtrack e o "gotta go fast", foi o que me começou a interessar por outros platformers tambem, mas prioritariamente sonic ones.
    Once you go blue there's no turning back.
    shoutouts ao sonic 3 and knuckles tambem que me marcou imenso.

    3- Dragon Ball Tenkachi series
    Um bocado odd choice talvez para muitos. mas eu bem sei o quanto adorei jogar. e foram jogos como estes que me fizeram procurar anime fighters.
    3D fighter de dbz? count me in! cheguei a comprar todos para a ps2 e a todos os passei. sem duvida que o tenkachi 3 e o melhor mas sem o 1 e o 2 o 3 nao teria acontecido. havia tanto no tenkachi 3, tantas chars, tantas tardes passadas a jogar com amigos tenho muita pena que os jogos de hoje em dia do dragon ball nao sejam como estas perolas adorava ter character creation no tenkachi apenas posso esperar que um dia seja feita justiça.

    2- Starcraft BroodWar
    Este que foi o meu primeiro RTS. um jogo de 90's que tem uma fantastica historia, os brief talks que havia antes de cada missao de campagin contribuiram para as minahs aprendizagens de ingles lel. optimos visuais
    combinado com uma exelente, e retipo sim, exelente soundtrack que me punha pumped para cada jogo principalmente os protoss a raça que mais gosto ainda hoje. o starcraft 2 sim e exelente mas a historia parece ter tipo um ligeiro drop na qualidade da historia comparado com o original. dos melhores rts que alguma vez joguei e que vale sempre a pena visitar ainda hoje.

    1- Pokemon Gold/Silver/Crystal/HeartGold/SoulSilver
    Ui tenho que me explicar nisto. bem o meu 1º video jogo de todos foi o pokemon silver ainda me lembro como se fosse ontem. fazia 6 anos, tinha acabado sair da cresce, quando me dao para a mao um gameboy com o pokemon silver obviamente tive a reacção que esperariam.

    sim eu tive um jogo de 2nd gen antes da 1ª (eventualmente la tive o blue depois). mas estas squelas foi exactamente o que jogos de pokemon precisavam (tirando habilidades que posseram na 3rd gen) COLOR, MULTIPLE COLORS, BATTLES, NEW POKEMONS, GYM LEADERS, NIGHT AND DAY CYCLES, TELEFONES, ELITE FOUR, PODER REVISITAR KANTO, FINAL BATTLE CONTRA O RED, ERA O HYPE A TODA A HORA. rip pilhas que gastei, rip quantiade absurda de pilhas...
    Preciso claro de mencionar os remakes, HeartGold/SoulSilver que na minha opiniao fazem um trabalho muito melhor que os originais. ha ainda mais coisas para fazer nestes e ate hoje sao a minha geração perferida de pokemon (4ª com o platinum), pode nao ter das melhores historias como black/white mas o sentimento de nastologia remaked é demais, nestes remakes implementaram ter um pokemon que nos seguia sempre na rua e nas casas, e andar com o nosso pokemon perferido atras enquanto se aventura pelo mundo e uma wonderfull experience.
    escusado sera dizer que fiquei addited to pokemon ate hoje. claro que dou shoutouts aos outros jogos de pokemon, em especial aos remakes do ruby e safira que tambem troxeram boas memorias mas nada como jotho.
  • Tou chocado nem tu nem o Alvin terem mencionado o Sonic R ;__; (também me esqueci xD)
  • Acho que toda a gente se esqueceu de muita cena. Na ultima hora lembrei-me o suficiente para fazer mais 10 posts (curse you Afonso)
  • Agora que falaste no Sonic R caiu-me uma lágrima... bons tempos. Joguei isso com os meus 5 aninhos... ainda nem tinha saído o Dragon ball z em Portugal...
  • Muito boa ideia afonso! =D>

    Ora bem...
    O meu top num bai ter ordem de preferência.

    Spoiler:
    1° Alex Kidd in Miracle World (Master System)
    Primeiro jogo que joguei e obviamente que me marcou pra sempre. (E o único jogo que a minha mãe adoraba ber-me a jogar xD)

    2° Streets of Rage 2 (Mega Drive)
    Guilty pleasure! Adoro tudo neste jogo! OST é simplesmente perfeita. ^:)^

    3° Sega Rally (Sega Saturn)
    O que joguei isto... tanto bicio... cheguei ao ponto de acabar o jogo sem bater uma única bez nas 4 pistas e ficar em 1° no fim. E depois Sega Rally 2 pra PC foi quase mais do mesmo xD

    4° Street Fighter Alpha (Sega Saturn)
    O jogo que me fez perder pra sempre no Street Fighter.
    Demasiadas horas a jogar isto... a sensação de amazement quando finalmente descobri como se faziam lv3 super combos... a sensação de roubo descarado vs lv8 cpu em que o damage dum lv3 super combo do cpu quase tirar a bida toda ou mesmo toda e o nosso nem metade às bezes... o shinryuken do ken em lv1 mesmo defendido pro cpu conseguiu tirar mais bida que o meu em lv3 a acertar os 14hits... those moments...
    estar em casa dum amigo meu e no random select aparecer-me pla primeira bez o akuma e ficar quase histérico xD
    Estar a jogar na descontra e ser desafiado plo cpu Dan... tantas coisas boas.
    Emprestar o jogo a um bizinho que me emprestou o Street Fighter Alpha 2!!!! Nem é preciso dizer nada sobre este... somente níbel.
    Depois apareceu o A3 em que também me colei muito, that world tour... e depois o meu SF preferido durante muitos anos, Street Fighter EX plus Alpha. BEST OST of all SF. As horas que dediquei a isto metem os Alphas a corarem de bergonha... Foram horas e horas e horas a jogar isto. Nas férias era acordar e jogar até dormir pra repetir tudo no dia seguinte... (mas fazia pausas pra comer e ir à casa de banho... e pra ir pra casa dum amigo meu jogar isto claro)
    Depois apareceu o Street Fighter 4. Suplantou em tudo o EX e obviamente é o meu preferido em toda a série. A minha única mágoa foi e é ter jogado muito pouco isto com outras pessoas... o meu matchup knowledge resume-se a cpu :(
    Acabei por falar no SF em geral senão seria quase tudo sobre sf x'D

    5° Metal Gear Solid (Playstation)
    O Jogo. Brutal. Genial. 'Nuff said. Ainda hoje estou mais que fodido pla bersão pc num funcionar no vista... Até o

    6° Quake / Quakeworld & Quake 3 Arena (PC)
    Funciona no vista...
    Que bicio foi... a minha noobness em estar habituado a jogar quake 2 na playstation e de repente ter que jogar num teclado e num rato e ser o rei dos suicídios quando jogabamos em rede na residência... tantas horas jogabamos aquilo uns contra os outros em dm ou em tf com auto aim =))
    O tempo perdido a fazer uma skin do Evil Ryu...
    O tempo perdido a arranjar uma config pra num andar sempre a mudar teclas sempre que mudaba de pc.
    Os jogos ffa nos serbidores da holanda sempre apinhados de campers xD
    O último níbel do single player... that hidden in plain sight tech...
    O Quake 3 Arena foi o outro Quake que me colou ao monitor.
    Tenho um amigo que puxou por mim pra melhorar no quakeworld e fez o mesmo quando ele passou o 3 em nightmare. Demorei a começar esse projecto (uns 3 ou 4 anos ou mais lol) e um dia peguei no jogo e instalei-o e comecei a passar uns nibeis em nightmare e depois lá fui ganhando ânimo pra passar todos. Mas também cheguei a jogar na dreamcast dum amigo meu e criei uma config pra jogar estranha. Mobimento nos botões, apontar com analógico, mudar de armas no d-pad e disparar nos triggers xD
    Surprisingly awesome gameplay for me once i got used to it.

    7° Unreal Tournament
    Grande jogo. Muito dibertido. Aquele rush de ir buscar a flak cannon e desfazer o outro em legos mesmo à nossa frente. Double Enforcer... Redeemer... a ost... o team assault e domination. Foi muito bom.

    8° Prince of Persia (os 4 jogos das areias)
    Adoro isto... tanto que tenho os originais pra ps3 bem como pra pc.
    Se bem que o forgotten sands esteja um pouquinho abaixo dos outros 3 mas ainda assim, são jogos que jogo quantas bezes me der na telha. Warrior Within é o meu preferido na série apesar do Sands of Time imo ter uma história melhor.

    9° Call of Duty Modern Warfare
    Tenho que juntar os 3 jogos porque são todos muito bons...
    História bem fixe, multiplayer do primeiro mw foi muito muito bom mesmo imo tanto que colou gente lá da residência que nem sequer ligaba muito a este tipo de jogos ou jogos em geral...

    10° Metal Slug (Arcade)
    Tanto o primeiro como o X são bons, depois desses já é outra coisa imo, mas o 2 pra mim é o melhor de todos.
    Tal como o SoR2 é aquele jogo que tou sempre a jogar sempre que posso e desisto quando perco uma bida pra boltar a jogar nem 5m depois...

    Honorable mentions
    GTA vice city.
    Tommy Vercetti... Cenário... 80's... Roubar tanques ao exército e guardar numa garagem... simply awesome game.
    Aliens vs Predator
    OST muito fixe (pra quem tibesse o cd claro)
    Aquele momento em que todos os meus amigos tabam presos no mesmo ponto e eu descobri que tinha que disparar pra partir uma trabe que seguraba uma walkway pra aceder ao fim do níbel xD
    (Ainda era um noob que jogaba fps com comando em bez de rato e teclado...)
    Final Fantasy VIII
    Foi o meu primeiro ff e pronto. Num bou dizer mais nada porque são preferencias pessoais.
    Terranigma
    O primeiro rpg que joguei.
    Há tantos jogos que falta que escolher assim 10 é difícil quanto mais 5... e de certeza que ainda bão mencionar mais jogos que num me lembrei...
  • edited October 2015
    Hmmm, ok... deixa tentar. Por ordem cronologica de quando os joguei.

    Kingdom Hearts Series (First played 2003):
    A minha introdução ao Final Fantasy, haha. Sei lá, mostrou-me que a história nos jogos importa. Antes disto jogava o Crash Bandicoot, Ace Combat, Abe's Oddysee, por isso nunca liguei a histórias vs gameplay, mas o KH mudou isso. Primeira vez que me importei com personagens, e se os perdia ou não, etc. Também a primeira "fandom" com que alguma vez me importei. Primeira soundtrack também. Utada Hikaru themes + Yoko Shimomura = top.

    Okami (FP 2007):
    O meu jogo introdutório ao design do Kamiya, antes de saber quem o Kamiya era. Para além do gameplay (cuja única falha são ball pushing physics para sidequests), ensinou-me o quão importante é adaptar as histórias que já existem nas várias culturas do mundo para criar coisas novas. 50% da minha diversão no jogo é identificar como uniram os personagens da mitologia japonesa para criar o universo do jogo.

    Marvel 3 (FP 2011):
    Sandbox fighting game. centenas de horas. Endless possibilities.

    Silent Hill (FP 2012 acho):
    Ensinou-me que um ambiente bem conseguido através de imagem, pacing, som e gameplay é mil vezes mais importante que super gráficos etc. Ainda não tive a oportunidade de jogar o 2 e o 3, que tanto quanto sei sao infinitamente melhores, mas estao na lista.

    Devil May Cry Series (FP 2012):
    Depois das threads de DmC, depois do Nelo Angelo me ter assassinado uma PS3 como kamikaze attack, depois do DmC ter saído e ter jogado bem mais do que devia... É tudo o que jogo hoje em dia. DMC4se/3ss.
    Ainda bem que só joguei estes jogos depois de ter jogado jogos de luta a sério, ou nunca lhes teria dado o valor que merecem. Só é pena que o DMC4 seja um jogo inacabado e que o SE (previsivelmente) nao tenha arranjado essa falha.

    Acho que é tudo. Como podem ver é tudo relativamente recente, haha. Honorable mentions para o Bayonetta, FFX, Third Strike, Legacy of Kain.
  • edited October 2015
    Ok, mais umas adições às honorable mentions que me lembrei e têm que ser referidas:
    Sonic the Hedgehog
    Tanto o da master system como o da mega drive
    O primeiro porque foi o que eu tinha. Joguei-o tantas bezes..O segundo porque também foi outro que joguei muitas bezes e foi o primeiro sonic que joguei.
    E depois o meu preferido o StH2. Super sayan sonic ftw xD
    O 3 e o sonic & knuckles come as close seconds to 2.
    Super Mario 64
    O primeiro jogo a ter 100% no templo dos jogos (sic)... adoro o jogo. Só tenho pena que só se possa apanhar uma estrela de cada bez.
    Capcom vs SNK 2
    O jogo é muito bom. Lot's of characters and grooves, sagat c.hp... shoshoshoshosho... kenamarelo (sim, tudo junto...), fucking blanka... bons momentos que passei a jogar isto.
    Street Fighter 3 Third Strike
    Só comecei a jogar disto com o Roz e no emulador quando finalmente foi emulado... tal como o cvs2 :(
    Jet Set Radio
    Muito mas muito curtido!
    Inobador, gameplay curtido e simples, muito bom.
    Mas a bersão que joguei foi Jet Grind Radio xD
    Acho que foi assim que saiu nos usa... nem sei porque mudaram o nome. Jet set radio fica tão fixe...
    God of War
    Kratos. Rampage. Fun.
    Uncharted
    Nem sei como me fui esquecer disto... claramente das minhas séries preferidas tanto mais que comprei o libro do christopher golden x'D
    Golden Axe
    Engraçado e cheguei a ber jogar em arcade mas o Golden Axe: The Duel pra Saturn também me roubou muitas horas :)
    O Altered Beast também cheguei a ber na arcade e a jogar na mega drive. So cool those transformations.
    Já sabia que iam aparecer joguitos assim que me iriam fazer edit ao post...
  • Top 5?
    Sem ordem concreta:

    Heroes of Might and Magic 3 - Saído há quase vinte anos continua a ser extraordinariamente divertido de jogar, e o melhor Heroes of Might and Magic de todos. Os gráficos envelheceram bem, tem um charme distinto e um estilo de jogo diferente.

    The Elder Scrolls IV - Oblivion - O primeiro Elder Scrolls que joguei, devo admitir, mas fiz várias playthroughs e nada me faz esquecer os grandes momentos de exploração que passei com aquele jogo, a tornar-me num semi-deus.

    Ultimate Marvel Vs Capcom 3 - "So it goes" - Kurt Vonegutt.

    Dark Souls - nada bate a primeira playthrough sem guias, a jogar desde o dia 1, e o sentimento de exploração e maravilhamento naquele horrível mundo hostil (e isto apesar de já ter jogado o Demon's Souls anteriormente).

    Falta um; queria colocar o Sonic & Knuckles mas também gravito para o Duke Nukem 3d, Metal Gear Solid e Final Fantasy VII.
    Estes quatro ficam empatados.
  • Eu não queria fazer um post de seguimento, mas tenho de dar um shoutout muito especial a Digimon World. Mesmo não tendo vita estou hyped pelo remake.
  • Digimon World foi das melhores random buys q fiz Alvin, poop factor to strong.
  • edited October 2015
    Sempre tive curiosidade: alguém aqui jogou o Heroes of Might and Magic III?
  • Heroes of Might and Magic: Quest for Dragonbone Staff foi o que joguei.
    Não era grande cena.
    Joguei-o demais provavelmente. heh.
  • No meio de tantos "putos", vou ser bastante diferente:

    10 - Samurai Shodown
    Para mim a obra prima da SNK e a minha introdução a jogos de arcadas e fighting games. Sempre que os meus pais iam ao Posto 2 beber café, tinha direito a uma moeda. O jogo era irritantemente difícil para um puto de 9 ou 10 anos. MAS EU PODIA COMANDAR UM LOBO PARA ATACAR (Calford ftw).

    9 - Contra
    Jogava religiosamente todos os dias com um amigo, numa TV a preto e branco. Rei do Co-op naquela altura. Rei das minhas memórias com o David e o Hugo (rip ;_;).

    8 - Golden Axe
    Porque foi, de longe, o jogo que mais rodou na minha Mega Drive, talvez porque durante algum tempo existia uma arcada num café e eu raramente podia jogar, vinguei-me depois. Lembro-me de achar a música espectacular.

    7 - WarCraft 2/C&C: Red Alert Retaliation
    Coloco-os no mesmo ponto porque foram os RTS que joguei na PlayStation durante ANOS a fio. Eu só recebia 1 jogo novo em média por ano, por isso tinha de os espremer ao máximo. Ambas as sagas têm um lugar especial no meu coração. A partir daí joguei muito mais WC3 do que as sequelas do C&C.

    6 - MicroMachines 2: Turbo Tournament
    O que dizer de um jogo para Mega Drive que permitia ligar 4 comandos? Um avacalho total, muita gente chateada e o meu primo a fugir com os comandos "porque se ele não podia jogar mais ninguém jogava". Memórias de ter a casa cheia graças a este jogo.

    5 - Settlers 2
    Para um puto nerd, um jogo de estratégia com tanto micromanagement era de rebentar com a cabeça. Quero um soldado e para isso preciso de uma espada e armadura, para isso tenho de ter ferro, preciso de uma mina e os mineiros precisam de peixe, o pescador precisa de uma cana, tenho de ter um carpinteiro e de um madeireiro! Só de escrever isto fiquei com vontade de voltar a instalar o Remake.

    4 - Age of Empires 2
    Um dos melhores RTS de sempre, o meu primeiro jogo online com um modem 33,6 kbps, o meu primeiro clã (fui recrutado por uns tipos holandeses). Depois AoE:TC e foram 2 ou 3 anos nisto.

    3 - Final Fantasy VII
    Se repararem, é o único RPG desta lista. Não é propriamente o meu género favorito, embora tenha jogado ao primeiro Diablo e mais FF (o 3 na DS, o 8 e o 9 na PS e o 13 na PS3), entre outros. No entanto, o FFVII marcou-me, tal como marcou grande parte do pessoal pelo que se vê nas listas. O meu pai queria que parasse de jogar porque sonhava com o jogo.. Não há como contestar que este jogo recebe o consenso de uma geração.

    2 - Street Fighter 4
    Comprei o SF4 para PS3, o SSF4, o AE e o Ultra. Comprei AE para Xbox 360, comprei AE e Ultra para PC. Como posso negar algo como ter comprado "o mesmo jogo" 7 vezes? É preciso gostar. Os últimos 5 anos da minha vida tiveram uma constante, que foi a 4ª iteração do Street Fighter. The king is dead but long live the king.

    1 - Unreal Tournament
    The real shit. Nunca levei nada tão "a sério" como o UT. Andar constantemente com o PC às costas para LANs, e foram dezenas delas: LANs para fun, LANs para treino, LANs para torneios, LANs para jogar online (ya, 5 vs 5 em torneios internacionais com o pessoal todo a jogar no mesmo sítio fisicamente). Como "toda a gente" jogava UT, era sempre divertido espancar amigos, vizinhos e colegas. As melhores memórias.
  • Também joguei imenso Golden Axe. A minha mega drive veio com o streets of rage, golden axe e o revenge of shinobi.
    Usavas quem no golden axe? Eu usava o anão por causa de headbutt exploits e magia razoável.
  • Why golden axe when you can altered beast?
  • edited October 2015
    Sempre tive curiosidade: alguém aqui jogou o Heroes of Might and Magic III?
    Eu já, Arakuine, e embora tenha acho curtido, gostei muuuuito mais do HOMM 2. Não sei porquê, secalhar foi por ser o primeiro que joguei, secalhar uma questão de estética. Sei que o 3 é considerado pela maioria da fanbase como o melhor, mas para mim nunca nenhum bateu o 2. Tens-te mantido actualizado com a saga? Aquilo já vai no 7, pergunto-me se manteve um bocadinho do espirito dos antigos (fat chance =)) )

    PS MEGA ADDENDUM APOCALYPSE OMEGA REMIX - Streets of Rage, Sonic 1, Unreal Tournament 99, Demon's Souls, One Must Fall 2097, Syphon Filter, Medal of Honour, FFX, Beneath a Steel Sky, Broken Sword, Gabriel Knight, SFA2, DBZ Budokai 2, FF Dissidia, VALKYRIE PROFILE, MGS Ac!d, Chrono Trigger, Rayman, Jazz Jackrabbit, Blackthorne, Another World, Castlevania Dracula X, Megaman 2. Desordenado e sem explicações adicionais, porque já estou a abusar. :)>-
  • Fat chance setenoites. o 4 ainda é passável (apesar de ser um pouco broken) e a partir daí é só bosta total.

    @Garuda: esse é um jogo completamente diferente com mecânicas de jogo diferentes do HMMIII
  • Jazz jackrabbit... also played that x'D
Sign In or Register to comment.